Publicidade
Publicidade

Iniciativas “bicicleteiras” são apresentadas em fórum internacional na Colômbia

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail
Mesa Bicicleteira doou 15 bicicletas para entidades de La Ceja

Mesa Bicicleteira doou 15 bicicletas para entidades de La Ceja

Iniciativas e propostas para um desenvolvimento de uma “cultura bicicleteira” foram apresentadas durante o 1.º Fórum Internacional de Aprendizagens para um Território Bicicleteiro, realizado nesta quarta-feira (4) no município colombiano de La Ceja del Tambo, Colômbia. A pequena cidade, encravada no Vale do Oriente Antioqueño, é considerada a Capital da Bicicleta na Colômbia, onde cerca de 60% da população usa o veículo de duas rodas em seus deslocamentos diários.

O evento, promovido pela Mesa de la Bicicleta de La Ceja — órgão que reúne entidades públicas e privadas, universidades e instâncias governamentais e da sociedade civil — reuniu cerca de 110 pessoas além de especialistas e representantes de instituições regionais e internacionais para tratar do tema da bicicleta de forma transversal, abordando temáticas como mobilidade, sustentabilidade, planejamento urbano, cultura, identidade, segurança, infraestrutura, política pública, turismo e desenvolvimento econômico.

 

780446421

Reconhecimento da FPC ao trabalho da Mesa da Bicicleta de La Ceja

Algumas das experiências de projetos bem sucedidos em Curitiba e no estado Paraná foram compartilhados durante o evento, de forma a inspirar líderes locais a reproduzir essas iniciativas também na Colômbia. Dentre os projetos apresentados se destacam o Clube Educacional da Bicicleta (Cebici), iniciativa da Federação Paranaense de Ciclismo, que promove o uso da bicicleta para as crianças, com um projeto pedagógico-esportivo e de formação em cidadania e segurança no trânsito.

Também foram detalhados projetos como o Programa CicloVida da UFPR, as políticas para bicicletas do DEtran-PR, o trabalho da Coordenação de Mobilidade Urbana da Setran de Curitiba, a contrução da Praça de Bolso dos Ciclistas, a Lei da Bicicleta proposta através de um projeto de iniciativa popular, o Dia de Bicicleta ao Trabalho promovido pela CicloIguaçu, o convênio entre o grupo de pedal Bike Curitiba e a Cruz Vermelha para cursos de primeiros socorros ao ciclistas, o Festival ArteBiciMob e o reconhecimento do Mês da Bicicleta no Paraná através de uma lei estadual, o levantamento do Atlas da Acidentalidade no Trânsito de Curitiba, estre outras iniciativas.

O evento se encerrou com uma premiação às instituições de ensino públicas que participaram da campanha La Ceja, Identidade Bici,  com a entrega de 15 bicicleta aos estudantes.

Na avaliação dos articuladores locais, o evento prova a força da união dos diversos setores interessados em promover a bicicleta no município, estabelecendo condições para que os cejeños assumam a bicicleta não apenas como um meio de transporte, mas também como um símbolo de sua identidade cultural e de relação com o próprio território.

Publicidade

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *