Publicidade
Publicidade

Ippuc realiza contagem de ciclistas na Via Calma

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail

viacalma-contagemO Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) realizou uma contagem de tráfego de ciclistas em três diferentes pontos da Via Calma na Avenida 7 de Setembro, no Centro de Curitiba, durante a tarde e início da noite desta quinta-feira (28). O objetivo é avaliar o impacto da nova estrutura no uso da bicicleta, comparando os resultados com os dados da pesquisa realizada há um ano, antes da implantação de uma faixa prioritária e bici-caixas nos cruzamentos.

Além da contagem dos ciclistas que passam pelo trecho, os pesquisadores também fizeram entrevistas para conhecer o perfil dos usuários de bicicletas — tanto os que aderiram ao uso da via calma quanto os que permanecem pedalando na canaleta do ônibus expresso.

A pesquisa também levantou a origem e o destino do ciclista, o motivo de seu deslocamento de bicicleta, a frequência com que faz o itinerário, além da idade, sexo, escolaridade, ocupação, faixa de renda e local de moradia. A tabulação dos dados deverá nos próximos 30 dias e ser divulgada ainda em setembro, dentro do Mês da Bicicleta.

De acordo com o Ippuc, o resultado do levantamento ajudará a entender o comportamento dos usuários e promover as melhorias necessárias no trecho.

Tida como projeto piloto em Curitiba, a via calma da 7 de Setembro poderá ser replicada em outras vias estruturais da cidade. A Avenida João Gualberto, no trecho entre o Passeio Público e o terminal do Cabral, deverá ser o próximo trecho a receber a implantação de uma via calma.

A pesquisa foi realizada por técnicos e estagiários do Ippuc e também contou com a colaboração de membros da Associação de Ciclistas do Alto Iguaçu (CicloIguaçu).

Publicidade

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *