Publicidade
Publicidade

Estudo inédito revela perfil dos acidentes com bicicletas em Curitiba

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedintumblrmail
Curitiba subiu duas posições no ranking de capitais mais perigosas para os ciclistas. (Reprodução)

Curitiba subiu duas posições no ranking de capitais mais perigosas para os ciclistas. (Reprodução)

O blog Ir e Vir de Bike publica a partir desta segunda-feira (20) a série especial Bicicletas em Trânsito que revela o perfil dos acidentes envolvendo ciclistas nas ruas da capital paranaense. As reportagens têm como base o Atlas da Acidentalidade com Bicicletas no Trânsito Urbano de Curitiba em 2014, um levantamento inédito feito pelo blog que analisou os 782 acidentes envolvendo ciclistas que foram atendidos pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate), do Corpo de Bombeiros do Paraná, entre os dias 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2014.

Este levantamento, que durou cerca de três meses, deu origem a um banco de dados criado com base nos boletins de ocorrência, possibilitando o cruzamento das informações e uma análise minuciosa dos dados. Isso permitiu identificar de forma inédita o perfil do ciclista acidentado, os horários e as regiões da cidade com maior incidência de acidentes de trânsito envolvendo bicicletas, os tipos de ocorrências mais comuns e os custos financeiros e sociais relacionados a este tipo de acidente.

Atlas da Acidentalidade com Bicicletas no Trânsito Urbano de Curitiba em 2014.

Atlas da Acidentalidade com Bicicletas em 2014.

Além disso, todos os dados levantados foram georreferenciados, possibilitando um mapeamento detalhado dos locais dos acidentes. O sistema interativo permite classificar as informações por tipo de acidente e pelo grau de gravidade de cada ocorrência dentro do município de Curitiba. O mapa pode ser usado como fonte de consultas e base de análise para otimizar intervenções nos pontos mais críticos da cidade, reduzindo assim o número de ocorrências envolvendo bicicletas no trânsito da cidade.

O objetivo desta série especial é fornecer informações qualificadas aos ciclistas curitibanos e oferecer subsídios ao poder público municipal para a elaboração e avaliação de políticas públicas de mobilidade urbana que garantam a segurança dos usuários de bicicleta, priorizando a redução do número de ocorrências e a gravidade destes acidentes.

Na primeira reportagem da série, você vai saber qual o impacto financeiro dos acidentes de trânsito envolvendo ciclistas para os cofres públicos. As próximas reportagens com base nos dados serão publicadas ao longo dos próximos dias no blog Ir e Vir de Bike.

Publicidade
4 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *